Comércios e Serviços  | Bolsa de Imóveis  | Notícias do Mundo | Noticias Locais

Igaratá, 19 de setembro de 2017 - 10:32:18  

TURISMO E LAZER

 Eventos e Festas
 Turismo Ecológico
 Onde Comer
 Onde Ficar
 Imóveis
 Profissionais
 Comércio e Serviços
 Classificados
 Náutica
 Album de Fotos
 Telefones Úteis
 Hot Links
 Fale Conosco
 Condomínios

A CIDADE

 A Cidade
 História
 Fotos da Cidade
 Economia
 Mapa de Localização
 Mapa Rodoviário
 Horários de Ônibus
 Telefones Úteis
  Fale com o Prefeito
 Câmara Vereadores

CANAIS

 Cartão Postal
 Games
 Índices Financeiros
 Horóscopo
 Noticías do Mundo
 Bolsa de Empregos
 Bolsa de Imóveis
 Classificados
 Noticías Locais

CINEMA

 Horários Jacarei
 Horários São José
MEU LOGIN
Usuário:  
Senha:  
Esqueceu sua senha
Clique aqui!!!
 

Designer By Estratégia

Visitante n°

 
A CIDADE
 

História de Igaratá

Nascida no fundo do vale do Rio do Peixe, quase na confluência do Rio Jaguari, a pequena povoação não legou registros. O pequeno amontoado de casas que surgiu em torno da capela erguida pela devoção de uma fazendeira, deixou apenas lendas e histórias contadas de memórias pelos mas antigos. Nem mesmo anotações batismais ou de casamentos registram a passagem das missões pela aldeia. O primeiro registro oficial marca o início da primeira fase da história da cidade.

No dia 19 de Abril de 1.864, a Capela de Nossa Senhora do Patrocínio é levada à categoria de Freguesia e anexada à Comarca de São José dos Paraitininga . Quatro anos depois, no dia 09 de Maio de 1.868, a Freguesia muda de Comarca, com anexação ao município de Santa Isabel.

Em 23 de Abril de 1863, com o mesmo nome, pela lei n.º 80 do Imperador, foi transformada em Município e anexada à comarca de Jacareí. O nome Igaratá, denominação de canoas com encostados altos , utilizada pelos índios guaranis que viviam na região passou a designar o nome da cidade em 22 de Dezembro de 1.906, através da lei n.º 1402.

Como município, constituiu-se apenas como Distrito de Paz de Igaratá, e assim foi até que, em 21 de Maio de 1.934, o município foi extinto e anexado novamente a Santa Isabel. Em 1.954, pela lei 2456 de 30 de Dezembro tornou-se novamente independente e, emancipado administrativa e politicamente, condições em que permanece até hoje.

No início dos anos 60, surgiu o projeto de construção de uma represa que produzisse energia para satisfazer as necessidades de desenvolvimento do Vale do Paraíba. Por sua condição de ribeirinha do Rio Jaguari, decidiu-se sacrificar a cidade. Com muitos esforços e dedicação das autoridades municipais, em 1.968 surgiu a esperança de se reconstruir a cidade em outro sítio. Em 24 de Abril de 1.969 chegaram as primeiras máquinas para a construção da Nova Igaratá, marcando o início da Segunda fase da história do Município.

Em 5 de Dezembro de 1.969, debaixo de pesadas chuvas, a população foi obrigada a deixar a cidade velha trasladando-se para a nova cidade ainda em construção. Nesta época ainda não havia abastecimento de água, que era feito por caminhões da Prefeitura e da Cesp. Todo o centro da cidade era um imenso canteiro de obras.

 

 

 

NEWSLETTERS

Assine e receba em seu e-mail gratuitamente.
E-mail:

PUBLICIDADE

SERVIÇOS

ENQUETE

O que é prioridade para você em nossa cidade?
Investir em Segurança de nossos bairros e escolas?
Investir no turismo que a cidade oferece e criar mais empregos?
Melhorar o atendimento na área da saúde?

 Copyright © 2006 cidadedeigarata.com.br